Bolsonaro diz que novo teste manteve  resultado positivo para covid-19

O presidente Jair Bolso­naro afirmou nesta quarta-feira (15), em uma transmissão nas redes sociais, que realizou um novo exame para covid-19 e o resultado se manteve positivo. O presidente está se tratando desde o último dia 7 de julho, quando teve a confirmação da doença. Ele segue em isola­mento no Palácio da Alvorada, residência oficial, de onde tem se reunido com ministros por vi­deoconferência.

“Ontem de manhã fiz o exame, à noite deu resultado que eu ainda estou positivo para o coronavírus, então a gente espera que, nos próximos dias, eu faça um novo exame e, se Deus quiser, dê tudo certo para a gente voltar logo à atividade”, afirmou o presidente, momentos antes de participar do arriamen­to da bandeira, no gramado do Palácio da Alvorada.

Na transmissão, que du­rou pouco mais de 4 minu­tos, Bolsonaro falou sobre os sintomas que teve e voltou a dizer que tem tomado a hidro­xicloroquina para o tratamento da covid-19. O medicamento não tem eficácia científica comprovada contra a covid-19 e seu uso por pacientes no tratamento da doença gera controvérsias entre médicos.

“Quero dizer a todos vo­cês que, graças a Deus, estou muito bem. Fui medicado des­de o início com a hidroxicloro­quina, com a recomendação médica para isso. Senti melhora no dia seguinte. Não tive ne­nhum sintoma forte. Uma febre pequena, na segunda-feira retrasada, 38 graus, um pouco de cansaço, umas dores mus­culares, e no resto tudo bem. Coincidência ou não, sabemos que não tem nenhuma compro­vação científica, mas deu certo comigo”, afirmou.

“Não existe nenhum me­dicamento no mundo que tem comprovação científica consta­tada. Não to fazendo nenhuma campanha por medicamento. Eu não recomendo nada, eu recomendo que você procure seu médico e converse com ele”, acrescentou Bolsonaro, que disse ainda que a hidro­xicloroquina foi receitada a ele por um médico. Desde que teve a infecção pelo novo coronavírus confirmada, ele está sendo acompanhado pela equipe médica da Presidência da República.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.