Moradores denunciam a morte de gatos  por envenenamento em Nova Iguaçu

Voluntários e protetores de animais denunciam a morte de gatos por envenenamento no bairro Marco II, em Nova Iguaçu. Na semana passada, foram encontrados três mortos e uma gatinha está desaparecida. Um outro gato que também vivia pela redondeza foi encontrado morto no mês passado. Os animais viviam na rua Dr. Ari de Almeida e Silva e eram alimentados pelos próprios moradores da região. A desconfiança do envenamento surgiu quando encontraram uma substância de cor rosa nos vasilhames onde os animais comiam.

Rodolfo Maya, defensor da causa animal, encaminhou ofício à Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) solicitando investigação. “Encaminhamos ofício solicitando que a DPMA investigue esse ato criminoso e cruel. É preciso encontrar os culpados pois os moradores da localidade estão com medo de acontecerem novos casos com mais animais. Temos que  dar um basta aos maus-tratos de animais, punindo os responsáveis de forma a inibir novas práticas. Não podemos permitir tamanha crueldade”, explica ele que também solicitou no ofício a investigação do caso de um gato encontrado morto, com as quatro patas decepadas no bairro Austin.

Com vários casos de maus tratos de animais na região, Rodolfo alerta sobre a necessidade da criação de um orgão municipal específico para a implementação de políticas de proteção aos animais para intensificar a fiscalização, além da implantação de uma unidade da DPMA da Polícia Civil na Baixada Fluminense. “Sempre que acontece algo temos que recorrer a capital do Rio de Janeiro, onde fica a sede do órgão. Ter uma unidade especializada aqui na Baixada Fluminense agilizaria a apuração de denúncias”, explica Rodolfo.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.