Secretaria de Saúde de Mesquita atende  mais de mil pacientes na cardiologia

Todo mês, de segunda a sexta-feira, mais de mil pessoas são atendidas nos consultórios de cardiologia da secretaria de Saúde de Mesquita. Quatro médicos especializados fazem o atendimento pela manhã a partir de 8h e a tarde, com início às 13h, no prédio da Policlínica Municipal, situada na Avenida União, 676, no bairro Santa Terezinha.

O atendimento é rápido e sem filas. Dona Darci dos Santos Dias, 66 anos, por exemplo, disse que entrou no consultório do médico Ricardo Fried exatamente no dia e hora marcadas e saiu satisfeita com a atenção dedicada a ela. “A conversa foi boa. Sou hipertensa, já infartei e venho aqui ver meu coração para continuar o tratamento”, comenta a paciente.

De acordo com o diretor da Policlínica Municipal, Márcio Pereira da Silva, o atendimento começa em uma das unidades de saúde de Mesquita, mais próxima de onde mora o paciente. A partir daí, a depender da necessidade, ele é encaminhado para o agendamento do exame no polo de Regulação da Prefeitura, também situado aqui no prédio – que fica em frente à Clínica da Família, cuja obra está em fase final para inauguração, onde funcionava o antigo Hospital São José. 

O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, pela manhã, a partir das 8h, e à tarde, a partir das 13h. São quatro cardiologistas no atendimento. Na segunda, quinta e sexta-feira, é o Dr. Rodrigo Soares. Na quarta-feira, Dr. Leandro Lacerda. Na sexta-feira tem também o Dr. Ernandes de Oliveira e na terça, o Dr. Ricardo Fried. Segundo este, os principais casos são de hipertensão arterial, miocardiopatia hipertrófica (coração grande), insuficiência cardíaca congestiva (coração grande e doente), insuficiência isquêmica coronariana, também conhecida como angina – cuja doença pode levar ao infarto, além de outros procedimentos como risco cirúrgico.

Ricardo explica que quando o quadro clínico sugere cateterismo, levando o paciente a uma angioplastia (colocação de stent, para desobstruir a veia) ou revascularização do miocárdio (colocação de ponte safena), dentre outras cirurgias, “O governo Jorge Miranda estruturou a secretaria de Saúde para atender a todos esses procedimentos”, destaca o médico. Com ele, a equipe de cardiologia soma mais de 200 atendimentos por semana, alcançando mais de mil por mês. “É que a gente sempre passa da média de atendimento diário”, completa Ricardo. 

Tratamento

O secretário de Saúde, Dr. Emerson Trindade informa também que os serviços obedecem às determinações do governo Jorge Miranda, de proceder da forma que orienta a Organização Mundial de Saúde (OMS). “Ou seja, ao constatar problemas, o médico faz a prescrição do tratamento. Nos casos que requer de exames mais complexos, como cateterismo, por exemplo, ou que haja necessidade de cirurgias, o paciente é encaminhado ao Polo de Regulação, para agendar o procedimento”, reafirma. “O atendimento agora é bom e rápido. Antes era um caos. Faço acompanhamento e tratamento aqui e estou tranquila”, garante dona Darci.

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.