Cisbaf implanta tablets  nas UPAs estaduais

O Cisbaf inova mais uma vez na área da saúde e começará a implantar este mês tablets nas Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) estaduais localizadas nos municípios consorciados. A reunião de apresentação da tecnologia, bem como pactuação do cronograma de entrega e treinamento das equipes ocorreu na última sexta-feira (14), na sede do Cisbaf e remotamente pelo Zoom. Participaram o coordenador das Unidades Pré-Hospitalares da SES-RJ, Vinicius Pacheco, a superintendente das UPPH/SES-RJ, Silvana Pereira, e a assessora da UPPH/SES-RJ, Isabela Figueiredo, além de representantes de todas as UPAs estaduais.

Detalhes do funcionamento da Central de Regulação de Pacientes Críticos, administrada pelo Cisbaf desde fevereiro de 2020, foram explanados pela diretora Técnica, Marcia Cristina Ribeiro. Durante a apresentação, chama à atenção a relação número de leitos/habitantes. “Mesmo com a abertura de 374 novos leitos na Região Metropolitana I, neste período de pandemia, sendo deste total 185 (49%) somente na Baixada Fluminense, a região ainda enfrenta um déficit de oito mil leitos”, observa a diretora.

Para a secretária executiva do Cisbaf, Rosangela Bello, a implantação dos tablets nas unidades de urgência e emergência será fundamental para qualificar a assistência e possibilitar salvar mais vidas, diante de rede de saúde que está aquém da demanda da região. “O uso do tablet irá agilizar a troca de informações e garantir que todas as unidades municipais e estaduais de urgência e emergência estejam integradas em uma grande rede de assistência ao paciente crítico”, defende.

Ao final da reunião, o coordenador das Unidades Pré-Hospitalares da SES-RJ, Vinicius Pacheco, afirmou que vê com bons olhos a implantação da nova tecnologia. “Essa tecnologia só irá acrescentar qualidade na assistência. Faz com que tenhamos celeridade na resolução dos casos, que consigamos agilizar o acesso à aos leitos e serviços. Isso favorece aos profissionais e, principalmente, ao paciente que terá o seu caso melhor atendido. Essa é uma nova fase que estamos vivendo e tenho certeza de que colheremos bons frutos. Estou otimista”, comentou Pacheco.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.