Escolas Municipais de Japeri recebem alimentos da Agricultura Familiar

O cardápio dos alunos da Escola Municipal Professora Etiene de Souza Oliveira, no bairro São Jorge, está mais recheado. Mas o interessante é que os responsáveis pelo abastecimento dos alimentos são os próprios agricultores locais. A escola recebeu, nesta segunda-feira (12), os itens da Agricultura Familiar, que beneficiará não só os estudantes, mas também os produtores rurais de Japeri.

A Prefeita Dra. Fernanda Ontiveros fez questão de conferir a chegada dos alimentos junto à secretária de Educação, Caroline Ontiveros. Na ocasião, elas aproveitaram para conversar com os gestores e os alunos sobre a qualidade dos alimentos e dos uniformes que estavam sendo entregues aos responsáveis.

O Programa é uma parceria entre as Secretarias Municipais de Educação e de Agricultura e Pesca. A iniciativa consiste em valorizar a agricultura local e melhorar a economia por meio do abastecimento das escolas e movimentar a economia dos mercados locais.

“A entrada dos alimentos da agricultura familiar no cardápio da alimentação escolar é muito importante para nossa região. Nossos agricultores têm dificuldades para escoar a produção e certamente esta participação será um fortalecimento na economia deles”, disse Fernanda.

Para o secretário de Agricultura, José Maurício, a importância da inserção da Agricultura Familiar no Programa Nacional de Alimentação Escolar é estabelecida pela oferta de um conjunto de produtos originais do município e/ou adjacências com alto teor de qualidade, uma vez que são produtos cultivados sob a orientação da Agroecologia. Além da diversificação das espécies agrícolas destinadas ao mercado.

Os 900 alunos, divididos entre os turnos de manhã e tarde, recebem semanalmente frutas, legumes e verduras frescas e prontas para o consumo. As cinco merendeiras da unidade escolar ficam encarregadas da distribuição entre as refeições.

A gestora, Débora de Morais, conta que está há um ano e meio na direção da escola e lembra que precisou disponibilizar uma dispensa para receber os alimentos devido à grande demanda que recebem. “Sou diretora e moradora de Japeri. Muitas vezes via no trem os agricultores levarem mercadoria para outros lugares fora do município. Poder consumir os produtos da nossa terra é uma grande conquista da atual gestão”, conta a diretora.

Mas não é só a diretora que se sente feliz com os recebidos. Ana Julia da Silva, 12 anos, aluna do sexto ano, conta que não dispensa a sobremesa da escola, pois, para ela é muito importante que não falte alimentos. “Com os preços absurdos do mercado está sendo cada vez mais difícil comprar fruta. Ter na escola é bom porque não é todo mundo que consegue comer em casa”, desabafa a aluna.

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) disponibiliza um(a) nutricionista para cada unidade escolar. A profissional da alimentação, Patricia Suzano, fica responsável por elaborar o cardápio diário dos alunos. Segundo ela, a importância da alimentação correta influencia no aprendizado das crianças e jovens. “A escola tem o papel de educar, mas também de oferecer alimentação de qualidade para que os alunos mantenham sempre bom desempenho nas atividades”, destaca a nutricionista.

FOTO Lucas Alexandre

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.