Exposição “Escambau – Narrativas Visuais e Identidades Femininas” reúne artistas da Baixada Fluminense em uma curadoria completamente feminina

A mostra “Narrativas Visuais e Identidades Femininas”, programada para acontecer de 24 de maio a 1° de junho, busca promover a valorização e o fomento da produção artística na Baixada Fluminense, com ênfase especial da edição para artes visuais e o protagonismo feminino.

A proposta é realizar uma exposição durante sete dias na Casa de Cultura Ney Alberto, no Complexo Cultural Mário Marques, em Nova Iguaçu, dedicada exclusivamente a obras de mulheres da Baixada Fluminense. O objetivo é ampliar a visão sobre o território, destacando a importância das mulheres na construção da identidade local. O evento busca oferecer um espaço para a troca entre artistas da região e o público local, além de contribuir para a difusão dessas narrativas.

“Considerando diversos fatores, desde o importante papel desempenhado pelas mulheres em suas diversidades no território até a disparidade de gênero no universo das artes visuais, a ideia da exposição é contribuir para um movimento de valorização das artistas da Baixada Fluminense e para a criação de um cenário mais amplo e diverso nas artes visuais”, comenta a curadora Sarah Martins.

A curadoria procura abranger uma variedade de perspectivas da presença feminina na Baixada Fluminense, explorando aspectos como corpo, ancestralidade, cotidiano, trabalho, relação familiar e comunitária, dentre outros, guiados pelos enfoques “Identidades Vivas”, “Corpo e Movimento” e “Arte Urbana”.

Dez artistas estarão presentes nesta edição: Priscila Rooxo, Thaís Basilio, Travadon4, Asmahen Jaloul, Mayra Karvalho, Taíssa Classo, Mel, Pietra Canle, Bia Gonçalves e Natália Lima. Todas nasceram e/ou viveram na Baixada e possuem uma história para contar por meio da arte, além de representarem uma multiplicidade de estilos e práticas artísticas.

No dia 25, ocorre a tradicional feira criativa, que contará com 20 expositores, incluindo artistas, artesãos, colecionadores, brechós, entre outros. A feira contará com discotecagem de vinil, com uma vitrola aberta para que o público também possa levar seus discos favoritos para ouvir e compartilhar

“Desde 2019, a Escambau promove exposições de artes visuais e feiras criativas nas ruas e praças de Nova Iguaçu. Nesta edição, celebramos a produção de mulheres artistas da Baixada Fluminense, convidando a todos para um mergulho nessas narrativas plurais nas quais nos identificamos transitando neste território”, complementa Liz Córdova, diretora de produção do evento.

A Escambau é uma iniciativa que visa valorizar e fomentar a produção artística na Baixada Fluminense, especialmente nas artes visuais, e contribuir para a difusão das artes por meio da economia criativa. Além de promover a valorização do fazer artístico e cultural, o Escambau busca realizar um evento diversificado e sustentável, tanto ambiental quanto economicamente. Suas metas incluem o desenvolvimento de setores da produção, a promoção da acessibilidade cultural e o fortalecimento de uma rede produtiva baseada na cooperação e conscientização cultural e social.

A exposição “Narrativas Visuais e Identidades Femininas” é realizada pelo Governo Federal, Ministério da Cultura, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, patrocinada pela Prefeitura Municipal de Nova Iguaçu, Secretaria Municipal de Cultura e FENIG, através da Lei Paulo Gustavo, e produzida pelo Festival Escambau.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.