Famílias da Baixada Fluminense  recebem cartões do programa Recomeçar

Os primeiros 1.061 cartões do programa Recomeçar, do Governo do Estado, foram entregues, neste sábado (14/05), para moradores dos municípios de Belford Roxo e Mesquita, na Baixada Fluminense, afetados pelas fortes chuvas do início deste ano.  Capitaneado pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, o auxílio de R$ 3 mil é destinado à população de baixa renda atingida por enchentes, deslizamentos, desabamentos e incêndios.

“Estamos ajudando a reconstruir vidas e histórias de famílias que perderam tudo durante os temporais deste ano. Com o Recomeçar, os cidadãos podem comprar novos móveis e eletrodomésticos, além de materiais de construção. Estamos investindo em ações que garantam os direitos básicos dos cidadãos fluminenses”, afirmou o governador Cláudio Castro.

No município de Belford Roxo, são 440 famílias beneficiadas, e em Mesquita, 621. Nesta primeira rodada de entregas de cartões, estão incluídas as cidades de Petrópolis, Nova Iguaçu e Magé. Um dos principais critérios de habilitação para receber o auxílio é a decretação do estado de calamidade ou emergência. A expectativa do governo estadual é beneficiar cerca de 20 mil famílias de 26 municípios fluminenses.

“O cartão Recomeçar tem um papel muito importante para famílias que perderam suas casas nestas tragédias e que precisam se reerguer. O Governo do Estado tem tido muita sensibilidade para as questões sociais, e não temos medido esforços para atender a população de todo o Estado do Rio de Janeiro”, disse o secretário de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Julio Saraiva.

Beneficiados comemoram

Uma das famílias beneficiadas pelo cartão é a da dona de casa Tânia Maria da Silva, de 57 anos. Moradora de Belford Roxo, Tânia enfrentou mais de uma vez a força das águas dentro de sua casa. Hoje, recebeu o Recomeçar das mãos do governador.

“Este cartão nos dá um bom recomeço depois da pior enchente que já enfrentei aqui. Vou conseguir comprar o que é necessário neste momento em que, sinceramente, chegou a faltar tudo. Foi muito difícil, mas meu lugar é aqui”, contou.

CadÚnico atualizado

Cada família recebe um cartão com R$ 3 mil, em parcela única e no formato de débito. Emitido pelo Banco do Brasil, o Recomeçar pode ser usado para a compra em lojas com CNPJ que permita a comercialização dos itens previstos no programa. O cartão estará habilitado para uso sete dias úteis após a entrega ao beneficiário, e o saldo não poderá ser sacado.

Para ter direito ao benefício, o cidadão precisa estar com o Cadastro Único (CadÚnico) atualizado. Cada prefeitura incluída no programa Recomeçar entrega ao Estado a lista com os moradores aptos a receberem o cartão. A lista é checada pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos para que todos os contemplados estejam de acordo com as exigências previstas no Decreto nº 48.057, de 2 de maio de 2022. A entrega dos cartões fica sob a responsabilidade dos municípios, que assinam um termo de cooperação com o Estado para o cadastramento das famílias.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.