Hospital Geral de Nova Iguaçu prorroga medidas restritivas em função da Covid-19

O Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI) decidiu prorrogar as medidas restritivas adotadas em 17 de janeiro, que teriam validade até esta terça-feira, dia 1° de fevereiro. A única mudança estabelecida foi a de que acompanhantes que estejam vacinados com duas doses e aguardam o calendário para receber a dose de reforço, poderão acessar a unidade, desde que apresentem o exame PCR ou teste rápido para Covid-19 feitos nas últimas 72h com resultado negativo. O teste tem validade de cinco dias. Após este período, o acompanhante deverá apresentar novo teste negativo.  

A decisão foi tomada diante do aumento de atendimentos e internações por Covid-19 na unidade, que também recebe pacientes com outras doenças vindas de municípios da Baixada Fluminense, atuando como dois hospitais dentro de um. Com isso, seguem suspensos os procedimentos eletivos (cirurgias e exames). As visitas continuam acontecendo aos sábados e domingos, por dez minutos, entre 14h e 15h. É preciso que a pessoa esteja vacinada com as duas doses ou dose única e a dose de reforço. As informações médicas serão repassadas por telefone para os familiares dos pacientes que estejam sem acompanhantes.

A prorrogação das medidas entra em vigor nesta terça-feira (1°) e terá validade de 15 dias, quando haverá uma nova avaliação do cenário epidemiológico na unidade. As ações visam proteger, não só os pacientes internados, acompanhantes e seus familiares, como todo o quadro de funcionários do HGNI.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.