Limpa Rio chega  ao Rio Sarandi, em Japeri

O programa Limpa Rio segue firme na manutenção dos córregos da cidade de Japeri. Após iniciar com as ações no bairro Chacrinha, na última semana, o serviço chegou ao Delamare nesta segunda-feira (19). No local será feita a limpeza e o desassoreamento em um trecho de cerca de 1.770 metros de extensão do Rio Sarandi.

As equipes estão na cidade por conta da parceria do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) com a Prefeitura de Japeri, por meio da Secretaria Municipal de Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. 

Para a dragagem do rio, o Inea disponibilizou uma máquina e caminhões para a retirada dos resíduos sólidos nos locais de difícil acesso. O maquinário vai retirar toda a vegetação alta das margens dos corpos hídricos e que facilitam a proliferação de insetos, ratos e outros animais. Além disso, o trabalho visa prevenir as enchentes.

A prefeita Dra. Fernanda Ontiveros disse que o trabalho é de grande importância para os moradores. “As intervenções do Limpa Rio visa garantir a segurança dos moradores e é de grande importância. Agradeço a parceria do governador Cláudio Castro e do seu vice, Thiago Pampolha, que também é secretário Estadual do Ambiente e Sustentabilidade”, declarou. 

Ela esteve no local acompanhada do vice-prefeito Carlos Januário, da secretária de Ambiente e Desenvolvimento Sustentável Meire Lucy, da secretária de Urbanismo e Habilitação Andréia Brito, do secretário de Obras e Serviços Públicos Cristiano Pingin e dos engenheiros civis do Inea Junior Ramos e Ricardo Ferreira.

Para a secretária de Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Meire Lucy, a parceria com o Limpa Rio é fundamental para a prevenção de enchentes na cidade. “O programa é essencial para evitar enchentes, mas a população precisa fazer sua parte evitando o descarte de lixo e entulhos em locais irregulares, como as margens dos córregos”, disse.

Segundo o engenheiro civil do Inea, Ricardo Ramos, o processo de desassoreamento vai mudar a paisagem do local. “Durante a limpeza será retirado os materiais que estejam obstruindo a passagem das águas, como galhos, lixos e entulhos, para que o curso do rio flua com normalidade, diminuindo o risco de alagamentos em período de chuvas. O serviço será de grande importância para esta localidade que é propícia a enchentes”, disse ele.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.