Mais de 16 mil moradores de Nova Iguaçu são beneficiados com melhorias no abastecimento de água

O sonho de Daniel Rodrigues, de 67 anos, de ter água potável na torneira de casa começou há quase três décadas. Morador do bairro Danon, em Nova Iguaçu, ele viveu todos esses anos usando a água do poço artesiano construído nos fundos da sua residência e que também abastecia a casa de vizinhos. O aposentado, porém, não sentia confiança na sua única fonte de abastecimento, porque temia a contaminação da água e a proliferação de doenças. Mas, agora, ele viu essa insegurança desaparecer após obras realizadas pela Águas do Rio naquela região.

 “O poço ajudou muitas famílias, mas a gente sabia que a água não era boa para consumo. Sempre acreditei que isso um dia iria mudar aqui no morro e hoje consigo dizer que somos felizes porque todo mundo tem água na torneira. A conta está no nosso nome, e podemos cobrar pela prestação do serviço. Para muita gente pode parecer algo simples, mas isso tem uma importância enorme para nós”, comemorou o idoso.

 Para que Daniel e outras 16,2 mil pessoas tivessem acesso regular à água de qualidade, a Águas do Rio realizou a instalação de 16 km de rede, além de sistemas de bombeamento que vão garantir que esse recurso fundamental tenha mais força para chegar a áreas mais altas ou distantes.

 “Assim como acontece em muitos bairros da Baixada Fluminense, a região que incluiu Danon, Iolanda, Mangueira e Jardim Palmares sempre teve graves problemas de abastecimento. Para solucionar essa dificuldade histórica, fizemos estudo de viabilidade técnica e instalamos dois sistemas de bombeamento para auxiliar na melhor distribuição da água. E o time do Programa Vem com a Gente implantou a nova rede, que está transformando o dia a dia das pessoas”, explicou Felipe Esteves, diretor-executivo com atuação na Baixada Fluminense.

 A mudança de vida também aconteceu na família da dona de casa Maria de Fátima de Jesus, de 64 anos, que vibrava enquanto os técnicos da Águas do Rio atuavam na rua onde ela mora.

 “Essa obra veio na hora certa. Foram muitos anos descendo o morro para lavar roupa na casa de parentes, pegando balde para cozinhar. É um sonho que virou realidade”, festejou a moradora.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.