Moradores de Queimados começam a receber  as cestas básicas do Mutirão Humanitário

Dona Hedilamar Almeida (46) chegou ao Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do bairro Santiago, em Queimados, às 11h desta quarta-feira (22). Com o celular na mão, ela seguiu todas as instruções recebidas do SMS enviado pelo Governo do Estado e conseguiu receber uma cesta básica do projeto Mutirão Humanitário. Além da moradora do bairro Inconfidência, mais 399 moradores foram contemplados no primeiro dia da iniciativa, que é realizada pela Vice-Governadoria do Estado em parceria com a Fundação Leão XIII, com apoio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e da Prefeitura de Queimados.

O município da Baixada Fluminense foi o primeiro a realizar as entregas das cestas básicas, onde mais de 17 mil pessoas estão aptas a receber o benefício. No total, 22 escolas e 7 Centros de Referência em Assistência Social (Cras) foram mobilizados para atendimento à população até a próxima quarta (29). O primeiro dia de entrega contou com a presença da secretária de Estado de Desenvolvimento Social, Fernanda Titonel, do prefeito de Queimados, Carlos Vilela, e do secretário municipal de Assistência Social, Elton Teixeira. 

O benefício usa dados do Cadastro Único para programas sociais do Governo Federal para atender famílias em situação de extrema pobreza (com renda mensal até R$89 por pessoa), pobreza (com renda mensal até R$178 por pessoa), de baixa renda (com renda mensal de até 1/2 salário mínimo por pessoa) e cadastrados no CadÚnico e/ou Bolsa Família até dia 20 de março. O cidadão recebe um SMS (mensagem de texto) no celular com todas as instruções para a retirada da cesta. Os queimadenses também podem verificar se têm direito aos donativos pelo site www.mutiraohumanitario.com.br.  Além disso, a Secretaria Municipal de Assistência Social tem realizado a entrega em domicílio para algumas localidades, de acordo com a necessidade de cada beneficiário.

“Ajuda na hora certa”

Hedilamar ressaltou a alegria de receber os alimentos no momento de dificuldade
Divulgação/PMQ

Já com a cesta nas mãos, Hedilamar ressaltou a alegria de receber os alimentos no momento de dificuldade: “Olha, estou muito feliz. Somos cinco pessoas em casa e estamos todos desempregados. Tive que entregar uma lojinha que eu tinha, pois não aguentamos pagar o aluguel em meio à essa pandemia. Hoje, por exemplo, não teria o que cozinhar para minha família. Graças a Deus, esta ajuda chegou na hora certa”, declarou.

 O prefeito de Queimados, Carlos Vilela, ratificou a importância da iniciativa: “Temos cerca de 300 servidores envolvidos na entrega das cestas, afinal, essa iniciativa vai ajudar as pessoas mais necessitadas neste momento tão difícil. Colocamos nossos equipamentos à disposição para que tudo aconteça de forma organizada e sirva de exemplo para outros locais”, destacou o gestor. Para o secretário de Assistência Social de Queimados Elton Teixeira, a ação irá diminuir os impactos da pandemia. “A população precisa de assistência neste momento e esta ação é idealizada para diminuir os impactos causados pelo novo coronavírus. Queremos reduzir a vulnerabilidade das famílias atingidas pelo isolamento social”, afirmou o gestor.

1 comentário em “Moradores de Queimados começam a receber as cestas básicas do Mutirão Humanitário

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.