Obras de infraestrutura  avançam em Nova Iguaçu

Canalização e urbanização do entorno do Rio Botas, em Santa Eugênia, infraestrutura com asfalto e saneamento básico no bairro de Jardim Palmares, ciclovias na Posse e na Avenida Bernardino de Melo. Todas essas grandes obras, além de outras em execução, estão sendo realizadas pela Prefeitura de Nova Iguaçu, por meio da Secretaria de Infraestrutura (SEMIF). Para evitar a propagação da Covid-19, funcionários da Prefeitura são orientados a usarem máscaras faciais e álcool em gel nas mãos.

“Apesar de todas as dificuldades financeiras que herdamos no início do governo, temos trabalhado para melhorar a cidade. Agora chegou a hora das realizações”, disse o prefeito de Nova Iguaçu, Rogerio Lisboa.

Em Santa Eugênia, no trecho do Botas conhecido como canal do Extra, está ocorrendo a execução do canal em módulo celular (formato da galeria), com travessias nas principais ruas, passeio e calçada, com urbanização e pracinha. Essa obra, que deve ser concluída ainda este ano, tem o objetivo de reduzir possibilidades dos transbordamentos do canal, que vai beneficiar moradores da região e das localidades vizinhas da Chacrinha e Bandeirantes. A intervenção começou no dia 9 de março deste ano e o local ainda vai ganhar três academias da terceira idade e playground, além do fechamento de alguns trechos.

“Estamos finalizando a parte da canalização e as coberturas. Logo em seguida vão ser inseridos os equipamentos. Em 30 dias devemos começar a parte da urbanização”, afirmou o subsecretário de Infraestrutura, Fernando Barros.

Outra obra importante na cidade é a de mais de 14 km de infraestrutura urbana no bairro Jardim Palmares, além da implantação de estação de tratamento de esgotos, meio-fio, calçada e drenagem. A região, que fica no corredor da Avenida Abílio Augusto Távora (antiga Estrada de Madureira), já recebeu cerca de 120 mil toneladas de asfalto. Dezessete ruas receberam intervenção asfáltica, o que representa 75% das obras prontas.

A Prefeitura de Nova Iguaçu também tem feito outras intervenções importantes: na Avenida Bernardino de Melo e a ciclovia no viaduto da Posse. Na primeira, está sendo feito obras de canalização em concreto que terá uma vazão maior, servindo como caixa de retardo. A região ainda recebe as obras da ciclovia de dois quilômetros de extensão, que vai ligar o Centro ao bairro de Comendador Soares.

As obras da ciclovia, que começaram em junho do ano passado, vão oferecer mobilidade urbana, lazer e segurança à população.  A área está ganhando várias melhorias, como 17 novos abrigos de ônibus com cobertura, seis academias da terceira idade e quatro para jovens, seis playgrounds, iluminação nova, bicicletários, calçada e paisagismo, com plantio de grama, palmeiras e árvores nativas da região.

Já no viaduto da Posse, a primeira etapa já foi concluída. A SEMIF fez a contenção e a primeira parte da ciclovia, que deve ter mais dois quilômetros de extensão, ligando ao centro do município, na Rua Doutor Barros Júnior. O projeto ainda prevê a recuperação da ciclovia da Rua Luís de Lemos.

Fotos: Diego Valdevino / PMNI

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.