Polícia Civil faz operação contra milícia que atua na Baixada

A Secretaria de Estado de Polícia Civil, por meio da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) e em conjunto com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público, deflagrou nesta quinta-feira (08/10) a Operação Próspera. O objetivo era desarticular quadrilha de milicianos que atua em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Foram expedidos pela Justiça 25 mandados de prisão preventiva e outros 21 de busca e apreensão, que estão sendo cumpridos em Duque de Caxias e Nova Iguaçu, também na Baixada Fluminense; em Brás de Pina, na Zona Norte do Rio; e no município do Carmo, na Região Serrana. Até o momento, 19 pessoas foram presas.

Segundo os agentes, as investigações deram continuidade a um inquérito instaurado na 60ª DP (Campos Elíseos), que identificou e prendeu 31 integrantes de milícia com atuação nos bairros de Saracuruna, Vila Urussaí e Jardim Primavera. Eles são responsáveis por homicídios, extorsões a moradores, comerciantes, mototaxistas e motoristas de transporte alternativo, além de explosões a caixas eletrônicos e sequestro. Foram identificados três núcleos que disputavam o domínio do território por meio de ações planejadas por criminosos presos.

A operação conta com o apoio da Delegacia de Homicídios da Capital, 112ª DP (Carmo) e da 3ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar (DPJM).

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.