Projeto de conscientização ambiental leva  alunos da rede municipal ao Parque do Vulcão

O aprendizado já não cabe mais dentro da sala de aula, em Nova Iguaçu. Especialmente quando o assunto é a preservação ambiental. Na segunda-feira (7), cerca de 35 alunos do 5º ano da Escola Municipal Mascarenhas de Moraes, em Santa Eugênia, foram a uma aula-passeio no Parque Natural Municipal de Nova Iguaçu, o Parque do Vulcão. Eles participaram do projeto ‘Educação Ambiental: Aprendendo e Preservando’, promovido pela Prefeitura de Nova Iguaçu graças a uma parceria entre as secretarias municipais de Educação (Semed) e de Meio Ambiente, Agricultura, Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semadetur).

Fotos: Alziro Xavier/PMNI

O objetivo do projeto é apresentar aos estudantes da rede municipal o patrimônio natural do município, ainda desconhecido por parte da população, e estimular a formação de uma consciência ecológica. As aulas-passeio são guiadas por agentes da Guarda Ambiental Municipal (GAM). “As crianças são o futuro da nossa cidade. Por isso, é importante que elas tenham esta conscientização desde cedo e possam transmitir o conhecimento adquirido no parque para os colegas e também seus pais e familiares”, explica o secretário da Semadetur, Fernando Cid.

Um dos alunos que participaram da aula-passeio foi Gustavo Anderson Ribeiro Reis, 11 anos. Ele lamenta que o Rio Botas, que passa nos fundos de sua escola, esteja poluído. “Muita gente joga lixo, entulho. Se todos viessem aqui no parque e ouvissem as explicações dos guardas ambientais, eles teriam mais consciência, não jogariam lixo e esperariam pela coleta”, disse Gustavo Anderson, contando o que aprendeu durante a visita ao Parque do Vulcão. “A natureza é um conjunto que deixa de funcionar direito quando falta um elemento ou ele é afetado. Quando poluímos o rio, por exemplo, diminui o oxigênio, os animais e as plantas são prejudicadas”, ensina o menino.

Fotos: Alziro Xavier/PMNI

Após fazerem uma trilha que passou por poços naturais, cachoeiras e o Casarão Dona Eugênia, uma construção histórica da cidade, os estudantes participaram da atividade ‘Liberte um texto literário’. Em uma roda de leitura, cada um foi convidado a retirar de uma gaiola um texto sobre preservação ambiental e liberdade. Segundo a professora Valquíria da Conceição, que participou da aula-passeio, este projeto é fundamental no desenvolvimento do aprendizado introduzido dentro da escola.

“A gente trabalha muito em sala de aula a importância da preservação, mas aqui no parque eles veem na prática o porquê de cuidar da natureza. Tenho certeza que todos irão sair daqui muito mais conscientes do que entraram”, garante a professora.

Com a visita dos alunos da E. M. Mascarenhas de Moraes, já são cinco escolas municipais a participarem do projeto ‘Educação Ambiental: Aprendendo e Preservando’, iniciado em agosto. A ação tem como público-alvo, inicialmente, crianças do 5º e do 9º ano das unidades que estão mais próximas do Parque do Vulcão, também conhecidas como Zona de Amortecimento.

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.