Queimados inaugura núcleo para vítimas de  intolerância religiosa e pessoas desaparecidas

Cidadania em dose tripla: em parceria com o Governo do Estado, a Prefeitura de Queimados, por meio da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Promoção da Cidadania (SEMDHEPROC), inaugurou na manhã desta terça-feira (1), três equipamentos que garantirão atendimento assistencial à população queimadense. São eles: um Núcleo de Atendimento às Vítimas de Intolerância Religiosa (Navir), o Centro Comunitário de Defesa à Cidadania (CCDC) e o Centro de Erradicação e Prevenção ao Desaparecimento (CEPD).

 Os novos equipamentos, que já estão à disposição da população, ficam localizados na sede da SEMDHEPROC e oferecem atendimento gratuito aos queimadenses, ofertando serviços como acolhimento às vítimas de intolerância religiosa com atendimento psicológico, assistencial e orientações jurídicas através do Navir; isenções para a retirada de primeira e segunda via de documentos como carteira de identidade, certidão de casamento e certidão de óbito, através do CCDC e acolhimento à família de pessoas desaparecidas com atendimento jurídico, psicológico e assistente social, através do CEPD.

 Durante a cerimônia de inauguração, estiveram presentes a secretária de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Cristiane Lamarão, o subsecretário de Promoção, Garantia e Defesa dos Direitos Humanos, Thiago Miranda, a coordenadora do Núcleo de Desaparecidos, Jovita Belfort, a secretária municipal de Direitos Humanos e Promoção da Cidadania, Fabiana Portes e o secretário de Conservação e Serviços Públicos, Rogério Brandi.

 Para Cláudia Melo, de 47 anos, mãe do Rodrigo de Melo e Silva, desaparecido há 13 anos, o Centro de Erradicação e Prevenção ao Desaparecimento é uma grande conquista. “O espaço vai facilitar muito a nossa vida, antes tínhamos que ir para o centro do Rio para receber atendimento e apoio, agora temos a oportunidade de receber esse suporte mais perto de casa. Não é fácil passar por essa situação, o apoio psicológico é muito importante e é gratificante encontrar assistência dentro do município”, afirmou Cláudia.

 Para a secretária municipal de Direitos Humanos e Promoção da Cidadania, Fabiana  Portes, os equipamentos inaugurados trarão muitos benefícios à população. “Essa inauguração é fruto de um trabalho árduo de todos os funcionários da Secretaria, que lutaram para oferecer um atendimento de qualidade à população. Ofertar apoio jurídico e psicológico pra quem sofre não só com a intolerância religiosa, como também aos familiares de pessoas desaparecidas é ofertar cidadania para essas pessoas”, comemorou a gestora.

 Quem precisar de atendimento do Navir, CCDC ou CEPD, deve comparecer à SEMDHEPROC (Rua Otília nº 1495 – Centro), de segunda à sexta feira, das 8h às 17h.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.