A Verdade em Preto e Branco

Cadeira de rodas nos postos de combustível em Queimados

Pensando nas pessoas com dificuldade de locomoção, a Câmara Municipal de Queimados aprovou projeto de lei do vereador Alcinei Duarte de Oliveira, o Cinei (PTB) que obriga os postos de combustível do município que abasteçam veículos movidos a gás natural (GNV) a disponibilizarem aos clientes, cadeiras de rodas para que eles possam sair do veículo durante o abastecimento. A ideia de criar esse projeto veio segundo o vereador Cinei, depois de ajudar duas pessoas a saírem dos veículos para o abastecimento e o posto não ofereceu sequer uma cadeira comum para acomodar os clientes. “Além de ajudar essas pessoas, observei um caso em que uma família teve que ficar com um senhor no colo durante o abastecimento, não foi uma cena legal de ver, daí me senti na obrigação de criar esse projeto.” disse Cinei.

Renovação da frota de transporte público

A Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana (Semob), do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), divulgou a seleção de duas propostas no estado do Rio de Janeiro enquadradas no projeto Renovação de Frota de Transporte Público Coletivo Urbano de Passageiros (Refrota 17). A iniciativa, no âmbito do Programa de Infraestrutura de Transporte e da Mobilidade Urbana (Pró-Transporte), vai garantir R$ 27,4 milhões para investimentos em sete municípios fluminenses. A primeira das propostas, de R$ 18,3 milhões, será destinada à aquisição de 50 ônibus que fazem linhas intermunicipais entre Belford Roxo, Duque de Caxias, Itaguaí, Nilópolis, Nova Iguaçu, a capital Rio de Janeiro e São João do Meriti. A segunda disponibilizará R$ 9,1 milhões para a compra de 25 coletivos para o transporte de passageiros em São João do Meriti. Voltado exclusivamente a operações de crédito para o setor privado, o projeto utiliza recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O objetivo é ampliar a eficiência dos prestadores de serviços de mobilidade urbana e, com isso, melhorar a qualidade de vida da população, além de garantir o retorno dos financiamentos concedidos, conferindo maior alcance às aplicações do FGTS.

Jogos da Amizade

A Secretaria de Educação de Belford Roxo encerrou, no Ciep Municipalizado Constantino Reis, bairro São Bernardo, as atividades dos Jogos da Amizade. A nona edição contou com 23 escolas municipais, sendo 350 alunos que participaram de competições de futsal, handball, piques, queimada, atletismo, entre outros. As modalidades estão de acordo com a Proposta Curricular, como: Jogos pré-desportivos e Jogos cooperativos. Todos os estudantes receberam medalhas de participação. Foram seis etapas desde o dia 11 até o dia 22 de novembro com o objetivo de educar e socializar através do esporte, valorizar a prática da Educação Física escolar e promover a integração e inserção social entre os alunos. “Apesar da competitividade, procuramos trabalhar o respeito, afinal, meu adversário não é meu inimigo. E com isso fizemos jogos contra de escolas e também mistos”, explicou o chefe da Divisão de Projetos Especiais, Vicente André Araújo.

TCE-RJ devolve mais de R$ 85  milhões ao Governo do Rio

O Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) devolveu na quinta-feira (28/11) a quantia de R$ 70.550,000,00 (setenta milhões, quinhentos e cinquenta mil reais) ao Governo do Rio. A decisão visa contribuir com a reestruturação fiscal pela qual está passando o Estado. Vale lembrar que o TCE-RJ já havia autorizado o Governo do Estado a não repassar duodécimos de custeio referentes aos meses de julho e agosto até o montante de R$ 14.500.000,00 (quatorze milhões e quinhentos mil reais), totalizando uma devolução ao Poder Executivo Estadual de R$ 85.050.000,00 (oitenta e cinco milhões e cinquenta mil reais). Dos mais de R$ 70 milhões devolvidos, R$ 20.550.000,00 (vinte milhões, quinhentos e cinquenta mil reais) são relativos aos duodécimos de custeio dos meses de novembro e dezembro. Os R$ 50.000.000,00 (cinquenta milhões) restantes são sobras orçamentárias de despesas com pessoal. “Além do caráter orientador adotado pelo TCE-RJ junto aos seus jurisdicionados nos últimos anos, sempre que possível nós tomaremos medidas desse tipo no intuito de colaborar com a recuperação fiscal do Estado do Rio de Janeiro”, destaca a presidente do TCE-RJ, Marianna Montebello Willeman.

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.